24 de novembro de 2006

Morreu ex-espião russo/Ex-Russian spy has died


O antigo espião russo do FSB, Alexandre Litvinenko, internado depois de um possível envenenamento, morreu ontem – anunciou o University College Hospital, em Londres, onde estava a ser tratado.

Os especialistas da Universidade de Londres tinham afirmado que Litvinenko fora envenenado com tálio e que também havia indícios de contaminação com uma substância radioactiva. Contudo, ontem, pouco antes do falecimento do ex-espião russo, disseram que, apesar de todos os testes realizados, ainda não era clara a causa do seu estado.

Litvinenko, um ex-coronel do FSB (os serviços secretos russos que sucederam ao KGB), exilado no Reino Unido, em 2000, pelas suas críticas ao Presidente Vladimir Putin, sempre acreditou que tinha sido envenenado em Londres, no dia 1 de Novembro, depois de um encontro clandestino com uma das suas “fontes”, com vista à aquisição de uma suposta lista com os nomes dos assassinos da jornalista russa Anna Politkovskaya.

[
view more about this story here]


Além disso, Litvinenko ter-se-á convertido ao Islão pouco tempo antes de falecer, noticiou uma agência noticiosa da guerrilha independentista tchetchena.


Segundo a Chechenpress, agência noticiosa da guerrilha independentista da Tchetchénia na Internet (website here), um mullah, especialmente convidado para o efeito, teria lido textos do “Alcorão” junto do leito do espião moribundo. A agência dos separatistas tchetchenos escreve que Alexandre Litvinenko será sepultado, como um muhajidin, num cemitério islâmico, segundo todas as normas dessa religião.

Hiperligações para esta mensagem:

Criar uma hiperligação

<< Página inicial